A Casa – Final explicado do filme espanhol da Netflix

A Casa – Final explicado – De ” Hannibal ” a Patrick Bateman, de ” Psicopata Americano “. Psicopatas em filmes e programas de TV sempre atraíram os espectadores com sua representação do lado sombrio da natureza humana. E não é como se nós aspirássemos ser como eles ou pretendamos representar seus motivos malévolos, mas com certeza há algo sobre esses personagens que realmente admiramos; especialmente quando os atores que os interpretam conseguem encapsular perfeitamente o funcionamento interno de um psicopata típico.

” A Casa ” faz algo semelhante e representa como um homem escolhe se conformar com seus impulsos mais profundos durante momentos de crise e caminha por um caminho muito escuro. Mais adiante neste artigo, explicaremos seu personagem no contexto da trama abrangente e também como isso leva à conclusão do filme.

A Casa - Final explicado
A Casa – Final explicado

O contraste

Nos primeiros momentos do filme, fica estabelecido que Javier não está satisfeito com sua nova vida. Em várias cenas, um forte contraste é criado entre o estilo de vida antigo e atual de Javier. Uma cena, em particular, mostra uma torneira vazando em sua antiga casa luxuosa. Depois que ele se muda para sua nova casa, é mostrada uma cena muito semelhante, na qual ele olha furtivamente para uma torneira que vaza na cozinha. A única diferença entre as duas cenas é que o item de sua antiga casa é inoxidável e representa muito bem sua vida antiga. Enquanto o item na outra cena é enferrujado e reflete em sua atual vida medíocre.

Javier fica tão absorvido em seus luxos que se esquece de tudo o que já valorizou. Usando um conjunto de chaves sobressalentes, ele continua revisitando sua antiga casa quando seus ocupantes não estão por perto. À medida que cresce sua obsessão por sua vida antiga, ele inveja tudo o que Tomas tem. Quando ele passa pelo computador, ele descobre que Tomas teve alguns problemas graves de bebida no passado. Então, usando isso para sua vantagem, Javier decide sabotar sua vida. E com isso, ele não apenas pretende recuperar sua antiga casa, mas também está determinado a receber a esposa e a filha de Tomas.

No início do filme, Javier tenta levar o próprio filho para correr apenas para fazê-lo perder um pouco de peso, para que ele não seja mais intimidado na escola. Mas sua esposa parece ter um problema com isso e não concorda com seus métodos. Em contraste com isso, apesar dos vícios anteriores de álcool de Tomas, sua esposa o apoia, não importa o quê. Até a filha de Tomas pratica balé e parece ser exatamente o oposto do filho de Javier, que apenas joga videogame em casa o dia todo. Inconscientemente, Javier percebe que ele odeia praticamente tudo o que tem atualmente e tudo o que quer é viver a vida de Tomas. É quando ele começa a entrar em um labirinto de inveja que o obriga a fazer um plano sinistro.

Uma representação da psicopatia de Javier

Javier primeiro segue Tomas para suas sessões de terapia em grupo de recuperação de álcool e finge ser alcoólatra. Ele então faz amizade com Tomas para poder interagir diretamente com sua família. Depois de conhecer sua família, ele cria mal-entendidos entre Tomas e sua esposa convencendo-a de que ele ainda é alcoólatra. Enquanto ele está executando isso, Javier parece marcar todas as caixas certas que provam que ele é um psicopata. Quando ele deixa sua própria família apenas para viver sua antiga vida luxuosa, ele mostra como é superficial quando se trata de ter sentimentos ou emoções de qualquer tipo. Nem uma vez ele questiona suas intenções e mostra uma fraca capacidade de adiar gratificação.

Com um comportamento muito inocente, ele anda com um charme superficial que não apenas engana sua própria esposa, mas depois acaba manipulando a esposa de Tomas também. Quase todo o filme é uma representação de seu grandioso senso de autoestima. Apesar de não ser capaz de sustentar seu antigo estilo de vida, ele acredita firmemente que é melhor que Tomas e até pensa que está melhor sem sua própria família. E, é claro, a cena em que sua ex-esposa o ameaça mais tarde que ela vai contar à polícia tudo o que ele fez, ele não vacila uma vez quando a chantageia que vai tirar os fundos da faculdade do filho e gastá-los tudo em um advogado. Isso mostra como ele é negligente em ser responsável por sua própria família.

A Casa – Final explicado: Falta de empatia, culpa ou remorso

Nos momentos finais do filme, Javier pode ser visto novamente em seu antigo estilo de vida. Ele começa a trabalhar para uma empresa de publicidade de primeira linha. Agora, ele está com uma nova esposa que não questiona seus caminhos, ele tem uma filha que considera melhor do que seu filho real e, acima de tudo, ele tem seu antigo lar. Nas cenas finais, Javier olha a torneira de aço inoxidável em sua cozinha e finalmente se sente satisfeito com sua vida. Ele então abre as persianas automáticas de sua nova casa e admira a vista do lado de fora da janela.

Isso contrasta novamente com a cena no início do filme em que ele faz o mesmo antes de sair de casa. Mesmo neste momento, depois de ignorar completamente sua antiga família e até de assassinar um homem inocente, Javier não mostra culpa ou remorso pelo que fez. De fato, ele parece orgulhoso do que conseguiu. Esta cena final apenas afirma que ele provavelmente fará tudo de novo se precisar. Mas, ele garantirá que sua vida perfeita nunca seja tirada dele novamente.

Leia também:

+Happy Old Year – Conheça o filme oriental da Netflix

COMPARTILHAR